<META content="MSHTML 6.00.2900.2604" name=GENERATOR><!-- --><style type="text/css">@import url(https://www.blogger.com/static/v1/v-css/navbar/3334278262-classic.css); div.b-mobile {display:none;} </style> </HEAD><BODY><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d8940721423393911285\x26blogName\x3dCoisas+de+uma+Chef\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://coisasdeumachef.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://coisasdeumachef.blogspot.com/\x26vt\x3d8704643840310654996', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
quinta-feira, 31 de dezembro de 2009
Comprando a felicidade




O prêmio da Mega Sena da Virada, que será sorteado na noite de hoje, deve ser o maior já pago pelas loterias promovidas pela Caixa Econômica Federal.
De acordo com a instituição, a previsão é que o valor alcance R$ 140 milhões e, se essa quantia for aplicada na poupança, deve render mais de R$ 700 mil por mês.

Até a noite de onem (30), haviam sido feitas 180 milhões de apostas, mas o número deve aumentar bem,uma vez que os jogos poderão ser feitos até as 14h de hoje.




Por onde se passa, a pergunta é uma só: "O que você faria com os 140 milhões de reais?"




Confesso que a minha listinha de desejos a realizar já se encontra no meu bolso, junto com as minhas duas apostas. Ham?! Você acha duas apostas pouco? Eu não acho...afinal, não existe sorte ou meia sorte...Sorte ou se tem, ou não se tem... simples assim!

Mas uma outra pergunta também pode ser feita; com este dinheiro todo você pode comprar a felicidade?
E a resposta ao contrário daquilo que muitos pensam é... SIM!!!!!Dinheiro pode não comprar amor, mas pode comprar felicidade. O segredo é: você tem de gastá-lo com outra pessoa.




Pesquisadores da University of British Columbia (UBC) e da Harvard Business School relatam na Science que pessoas que gastam bastante com presentes para outros e fazem doações para caridade são mais felizes que seus pares. Como parte do estudo, os psicólogos da UBC deram uma bolada de dinheiro para os voluntários gastarem; metade deles foi instruída a gastar consigo mesmo e a outra a gastar com outras pessoas.
Os que gastaram com outros avaliaram a si mesmos como sendo mais felizes, em média, do que os que gastaram com eles próprios.




As descobertas combinam com as de uma pesquisa feita com 16 pessoas da Harvard Business School em que se pediu a elas para medir sua felicidade antes e depois de receberem bonificações em dinheiro. Os que gastaram sua grana com outros avaliaram a si mesmos como mais felizes do que os colegas de trabalho que deixaram de dividir sua riqueza.

Se aceitarmos os dados das duas pesquisas, a partir de então temos que afirmar que o
dinheiro pode sim, comprar felicidade. Mas uma coisa também é fato... o dinheiro pode sim ajudar em momentos de lazer, mas não compra amigos.Não compra saúde. Não compra sorrisos. Não compra a lealdade, o carinho e um abraço apertado.Não compra também o tempo que você,caro leitor,gasta comigo, passeando por este blog!

Mas por falar em dinheiro...você já fez a sua mega sena da virada?!

Só mais uma coisinha...se você ganhar e quiser ser realmente feliz, não se esqueça de destinar parte do prêmio a mim, esta simples pessoa que aqui escreve...

Marcadores:








quarta-feira, 30 de dezembro de 2009
Sobremesa para a ceia



Bem...a história começou mais ou menos assim...

Este semestre na faculdade, precisei apresentar na aula de CPBA uma prato feito com um ingrediente nacional. Na verdade o trabalho era mais que isto; Deveríamos escolher um ingrediente nacional, fazer uma pesquisa sobre o mesmo, apresentar esta pequisa e para finalizar, apresentar na cozinha um prato com este ingrediente.

O ingrediente escolhido foi a mandioca. Pesquisa feita e era então hora de escolher o prato a ser apresentado. É claro que não me conformei com um prato só...fomos de refeição completa!rs Mas isto fica pra um outro momento. O que nos interessa agora é a sobremesa...

Visitando o álbum do meu amigo e chef (não obrigatoriamente nesta ordem) Cláudo Aliperti no orkut, deparei com uma foto que me fascinou... Meus olhos brilharam e minha boca encheu dágua!!!! Beiju de tapioca...tapioca, mandioca....entenderam?! Acabava assim de descobrir qual seria a sobremesa apresentada no dia do trabalho!

Fiz contato com o chef Cláudio, pedi algumas dicas....e o prato foi sucesso absoluto no dia do trabalho!!!! Agora, a intenção será repetir o feito aqui em casa na passagem de ano.

Fica aqui a dica!

Beiju de tapioca recheado com morangos flambados na pimenta biquinho e sorvete de limão

250 grs de farinha de tapioca granulada
100 grs de manteiga
200 ml de leite de coco
200 ml de leite condensado
1 caixa de morangos bem vermelhos
100 grs de açúcar
2 cálices de cachaça
2 cálices de vinho marsala
500 ml de sorvete de limão

Preparo:

Numa frigideira antiaderente, derreter um fio de manteiga e com a farinha, fazer a tapioca. Depois de virá-la, colocar sobre a parte já corada um pouco de leite de coco com leite condensado.
Escolha os morangos e corte ao meio reservando os menores inteiross para decorar e o mais bonito para fatiar fino.
Em uma frigideira quente coloque os morangos partidos, 60g de açúcar e as pimentas biquinho. Assim que aquecer e o açúcar começar a derreter, flambe com cachaça e em seguida,despeje um cálice de vinho marsala.

Marcadores:








terça-feira, 29 de dezembro de 2009
Superstição e fome, ou...Falando sobre romãs


Não precisamos ser atentos observadores para perceber nos últimos dias, uma fruta chamando a atenção para si em supermercados,mercados e horifrutis.

É uma fruta que nasce em um arbusto relativamento alto, muito ramificado, com tronco acinzentado. As folhas são verdes e brilhantes.As flores são vermelho-alaranjadas...


Não sabe ainda de quem falo?! É um fruto do tipo balaústra,com casca dura e resistente, amarela ou avermelhada, manchada de escuro, rompendo-se quando o fruto está maduro.


Seu interior é subdivido por finas películas, formando cavidades com numerosas sementes angulosas envoltas por polpa comestível, de coloração rosa ou carmim, sabor agradável e refrescante...

Fruta esta que frutifica na primavera e verão...


Sim, caro leitor... eu falo da Romã!


A fruta que alimenta simpatias populares e decora mesas em diversas celebrações, ainda mais nesta época do ano, pode ser considerada quase que uma farmácia completa!

Tem propriedades terapêuticas e é usada na medicina popular. As principais propriedades medicinais da romã são conhecidas desde a antiguidade, sendo descritas no Papiro de Ebers1. A literatura descreve a romã principalmente como um potente tenífugo, sendo suas propriedades anti-helmínticas assinaladas há séculos por Dioscorides e outros naturalistas da Antiguidade.

A romã é uma fruta oxidante, mineralizante e refrescante. É utilizada para acabar com rouquidão, afecções da boca, garganta e gengivas. Auxilia também na prevenção de aftas.

O consumo de suco de romã ajuda a combater o câncer de próstata e a reduzir as células da doença, segundo um estudo publicado na revista Clinical Cancer Research. E como se não bastasse ela hoje é festejada também em laboratórios, graças à sua incrível capacidadede afastar doenças cardiovasculares e tumores.




A quantidade de sementes que se acumulam na polpa da romã explica por que ela se tornou símbolo de prosperidade.

Na Grécia antiga, as mulheres costumavam ingeri-la em cerimônias religiosas para evocar fertilidade e fartura.
A romã é uma das sete frutas pelas quais a terra de Israel foi abençoada. Entre os judeus de origem ocidental existe o costume de colocar sementes da fruta embaixo do travesseiro na passagem do Ano Novo Judaico, comemorado em setembro. Faz-se isso para atrair sorte, saúde e dinheiro no próximo ano.






Segundo a crendice popular brasileira, a romã também traz sorte e prosperidade. É por essa razão que as vendas dessa fruta aumentam muito a cada final de ano, principalmente no Nordeste. Muitos brasileiros também acreditam que terão um ano novo com sorte e dinheiro se colocarem sementes de romã nas suas carteiras de dinheiro ou em partes da casa. Muitos, pelo mesmo motivo, comem as sementes da fruta no Natal e na passagem de ano.Ainda aqui no Brasil, no Dia de Reis, que é celebrado em 6 de janeiro, existe o costume de chupar meia dúzia de sementes e guardar os
caroços na carteira para garantir dinheiro o ano todo. Em tempos difíceis tudo é válido!Na minha geladeira já tenho uma romã a espera da virada do ano...

Originária do Oriente Médio, a romãzeira veio parar no Brasil pelas mãos dos portugueses. A árvore gosta de clima quente. Por essa razão se deu bem em várias regiões do país. Infelizmente ainda aparece mais no jardim do que em copos e pratos. Mas este quadro tende a mudar.Alguns chefs preocupados em valorizar os ingredientes
nacionais, já estão incluindo a romã em seus pratos com excelentes resultados.

E pra juntar a fome com a superstição, uma receitinha simples que leva romã!




Tortinha de Romã


Fonte: panelinha.com.br







Ingredientes para a massa:

½ xícara (chá) de açúcar
50 g de manteiga
1 ovo
1 pitada de sal
1 ½ xícara (chá) de farinha de trigo
farinha, o quanto baste para polvilhar
feijão cru e papel alumínio, o quanto baste


Preparo:

1. Coloque o açúcar com a manteiga num recipiente e misture até obter uma pasta.
2. Acrescente os ovos e o sal. Quando ficar homogênea, acrescente a farinha de trigo. Trabalhe a massa até ficar lisa e uniforme.
3. Faça uma bola e cubra com filme plástico. Leve à geladeira por no mínimo 1 hora ou até a massa ficar bem dura.
4. Enquanto a massa gela, comece a preparar o recheio.
5. Retire a massa da geladeira e divida em 2 porções. Abra sobre uma superfície enfarinhada, com um rolo. Deixe a massa com cerca 0,3 cm de espessura. Esta massa deve ser trabalhada enquanto está gelada e muito rapidamente, para que não se quebre.
6. Coloque a massa em formas individuais, própria para tortas, e fure com um garfo por toda a sua extensão.
7. Coloque uma folha de papel alumínio sobre cada massa e acrescente feijão cru, para criar peso.
8. Leve as tortas ao forno pré-aquecido e deixe assar por 15 minutos.
9. Retire as massas do forno. Retire as folhas de papel alumínio e os feijões das massas.
10. Volte as massas ao forno e deixe assar por mais 15 minutos ou até que comecem a dourar.
11. Retire as massas do forno. Reserve.




Ingredientes para o recheio:

90 g de manteiga
¾ xícara (chá) de açúcar, de confeiteiro
½ xícara (chá) de suco de limão
2 ovos, ligeiramente batidos
2 colheres (sopa) de semente de romã


Preparo:

1. Separe dois recipientes, um maior e outro menor para o banho-maria.
2. Coloque todos os ingredientes, exceto as sementes de romã, dentro da tigela menor. Coloque água dentro do recipiente maior e leve ao fogo baixo.
3. Coloque a tigela menor sobre o recipiente com água para cozinhar em banho-maria - o segredo é não deixar que a água encoste no fundo da tigela menor, e também que o encaixe dos recipientes seja perfeito, evitando o vazamento de vapor.
4. Deixe o creme cozinhar por cerca de 20 minutos, mexendo de vez em quando, ou até obter um creme espesso.
5. Retire o creme do fogo e coloque num recipiente. Cubra com filme plástico e leve à geladeira por no mínimo 30 minutos.
6. Retire o creme de limão da geladeira e recheie as tortinhas.
7. Corte a romã ao meio e retire as sementes.
8. Acrescente algumas sementes de romã sobre cada torta e sirva a seguir.












Marcadores: ,








Basta acreditar





De repente, num instante fugaz, os fogos de artifício anunciam que o ano novo está presente e o ano velho ficou para trás.
De repente, os homens esquecem o passado, lembram-se do futuro venturoso, de como é bom viver.


A virada de um ano para outro, já é, por si só, um acontecimento mágico. Em uma fração de segundos terminamos um ano e começamos outro.


Acrescentar a esse momento algumas poções de encantamento pode trazer mais energia positiva e, quem sabe, até ajudar a realizar alguns sonhos.









Começar o ano novo com o pé direito já é uma regra. Fazer algumas simpatias poderá ser divertido e mal não vai fazer, certo?


Deixo aqui pra vocês algumas dicas para atrair bons fluidos para 2010.Basta acreditar...






Acredita-se que comer lentilha traz sorte, pois, como é um alimento que cresce, faz a pessoa crescer também;


Uma das simpatias mais comuns feitas no Ano Novo para atrair dinheiro é a da romã.







Chupe sete sementes na noite de Réveillon, embrulhe todas num papel e guarde o pacotinho na carteira para ter dinheiro o ano inteiro;




O consumo de aves, como o peru e o frango, e o de caranguejo não é indicado na ceia de Ano Novo. Como esses animais ciscam ou andam para trás, acredita-se que quem comê-los regride na vida;


Guarde uma folha de louro na carteira durante o ano inteiro para ter sorte;


Coma três uvas à meia-noite, fazendo um pedido para cada uma delas;











Jogue moedas da rua para dentro de casa para atrair riqueza;


Passe as 12 badaladas em cima de uma cadeira ou banquinho e depois desça com o pé direito;


Pule num pé só (o direito), à meia-noite, para atrair coisas boas;


Não passe a virada do ano de bolsos vazios para não continuar o ano inteiro com eles vazios;


Coloque uma nota no sapato para chamar dinheiro;









Dê três pulinhos com uma taça de champanhe na mão, sem derramar nenhuma gota, e jogue todo o champanhe para trás para deixar tudo o que for ruim no passado;


No dia 31, faça uma boa limpeza na casa, varrendo-a de trás para frente. Coloque para fora todo lixo, objetos quebrados e lâmpadas queimadas. Não guarde as roupas do avesso;


Para evitar energias ruins, muitas pessoas lavam os batentes das portas com sal grosso e água e borrifam água benta nos quatro cantos da casa;


Na primeira noite do ano, use lençóis limpos;


À meia-noite, para ter sorte no amor, cumprimente em primeiro lugar uma pessoa do sexo oposto;


Quem pretende viajar bastante no ano que se aproxima, deve pegar uma mala vazia e dar uma volta dentro de casa;


Abra as portas e janelas da casa e deixe as luzes acesas;


O primeiro negócio do ano nunca deve ser fiado nem com pessoa pobre.




No mais, desejoa todos aqueles que em 2009 perderam um pouquinho do seu tempo vindo aqui me visitar, um Feliz 2010

Marcadores: ,








segunda-feira, 28 de dezembro de 2009
Vamos brindar!






Brindar faz parte das festividades de Ano Novo. E essa é uma festa que pede bebidas refrescantes, feitas com frutas e, de preferência, com apresentação condizente com o clima de otimismo e de sonhos da virada do ano.

Leia mais aqui

Marcadores:








domingo, 27 de dezembro de 2009
Tempero em vasos ou...na janela do meu ap...




Que eu seja apaixanada por pimentas e aquelas plantinhas que dão um ótimo tempero na cozinha, já era de se esperar...Amo!!!Pimenta então...

De uns tempos prá cá, comecei a ter vontade de cultivá-las para tê-las sempre fresquinhas ao meu alcance.Parece que gosto de desafios! Quando morava em uma cobertura com um espaço enorme pra isso, a idéia não veio...Agora que moro num apartamento pequenino...rs

Achei que meu desejo seria frustrado, mas foi só começar a pesquisar um pouquinho que descobri... os temperos são muito fáceis de cultivar em vasos ou jardineiras e crescem rapidamente!

Sim,estou falando daqueles vasinhos de temperos cheirosos que você pode ter em algum espaço de sua cozinha, ou da área de serviço, e na hora de decorar a salada .. é só ir lá e colher.

Além de proporcionar aquele sabor todo especial aos seus pratos, ainda decora o ambiente...

No meu caso, optei por usar as janelas do apartamento.Desde as da cozinha, sala, quartos...todas enfim!

Vasinhos plásticos e pequenas jardineiras foram preparados e espalhados por todas elas. E hoje, posso colher manjericão,orégano...
Em breve colherei sálvia, tomilho e até tomatinho cereja!!!

As pimentas são um capítulo à parte; plantei 34 tipos diferentes! Isso mesmo! Você não leu errado! Trinta e quatro!!!! E as primeiras já começam a dar o ar da graça!!!

As bebezinhas abaixo estão na janela da minha sala.




Deixo abaixo pra vocês algumas dicas de como criar sua hortinha de apartamento, se você assim como eu, não tem um espaço maior.


Solo: O ideal é 1/3 de terra boa, 1/3 de areia e 1/3 de composto orgânico.

Luminosidade: Só se desenvolvem bem quando plantados sob sol pleno.

Rega: Irá depender da espécie.

Plantio: Em geral distância ideal entre as mudas é de 20 cm. Se for em vaso pequeno não mais de 2 mudas p/ vaso.

Além de oferecer produtos frescos na hora de preparar as refeições, ter uma plantação de hortaliças rende um certo charme à cozinha. Mesmo quem mora em pequenos apartamentos pode ter uma.



O primeiro segredo para que mudas de hortelã, alecrim, coentro, cebolinha, salsinha e pimenta, por exemplo, vinguem é a profundidade do vaso em que eles devem ser colocados. Coloque, no mínimo, 15 centímetros de terra.


Nas primeiras semanas, é recomendável colocar um copo de água nos vasos duas vezes por dia. Quando as folhagens começarem a se formar, uma vez ao dia já será suficiente.

Outro cuidado essencial é deixar os vasos em contato com a luz do sol durante seis horas, todos os dias.





E em vasinhos plásticos ou pequenas jardineiras, terra boa, e luminosidade você terá seus temperos favoritos ... à mão.

Vamos começar?! Mãos à obra e até breve!

Marcadores:








sábado, 26 de dezembro de 2009
Navegando em doces mares...e salgados também!



A semana que passou foi muito interessante.Como não sou muito ligada nesta coisa de festas de Natal, passei a maior parte do tempo na internet. Um dos meus hobbys favoritos!!!
Tive tempo para entender um pouquinho mais o twitter e estou A P A I X O N A D A!!!!! Atualmente, sigo 40 pessoas. A grande maioria do meio gastronômico.
A Roberta Sudbrack por exemplo, é como se pudesse enxergar o corre-corre dela na cozinha! Chego a sentir o cheirinho da comida daqui!!!! O que acho meio sem graça no twitter é que normalmente, uma simples mortal como eu, não tem quase seguidor nenhum...rs E com isso fica algo quase que unilateral apenas!



Mas ontem, no meio deste anonimato, de quem recebi um tweet?! De quem?! Pasmem!!!!! Dele, mesmo! Claude Troisgros !!!! Deixa eu explicar melhor....é claro que sou seguidora dele!!!! E em um dos seus tweets ele falou sobre sua nova churrasqueira....Eu postei uma foto da danada como um dos meus objetos de desejo....e ele me retornou!!!! Não...não foi pra me dar a churrasqueira...rs MAS EU ACHEI QUE FOSSE DESMAIAR!!!! Kkkkkkkkkkkkk E nesta brincadeira trocamos mais uns tres tweets....Mais que suficiente pra eu ja estar me sentindo sua amiga de infância!!!!rs

E por falar na churrasqueira que quase deu origem a um desmaio meu, aqui vai a foto dela...e aproveito pra lembrar a todos que meu aniversário é no dia 3 de outubro...




Visitei novos blogs, e pasmem...recebi a visita da Joyce Galvão do Gastronômicas no meu!!!!



Tive tempo de postar alguns comentários em blogs visitados e acabei fazendo novos amigos blogueiros. A Lia Monteiro do Tempero e Essência com certeza já é uma destas novas amigas!

É verdade que não gosto de Natal...Mas este ano não posso reclamar! Na semana de Natal ganhei pela rede alguns presentes mais que especiais!!!! Continuarei então a navegar por estes mares doces e salgados....





Beijinhos e até breve!



Marcadores:








Rabanadas com atraso




No dia 07/12/2009 participei do programa Sempre Feliz da Rede Super, fazendo algumas releituras da tradicional rabanada.Pude brincar com cores e sabores e o resultado foi muito interessante.Pena que na correria e no frio do estúdio, acabei esquecendo fotografar as montagens no final.Aliás...não sei porque saio com a câmera na bolsa...nos melhores momentos esqueço da dita cuja!








Abaixo deixo pra vocês um pouquinho daquilo que fiz...

Para as rabanadas:

6 fatias de brioche
1 gema de ovo
120 ml de leite
120 ml de leite condensado
3 colheres de manteiga
3 colheres de açúcar

Misturar bem a gema com o leite condensado e o leite.
Umidecer as fatias de brioche nesta mistura e deixar escorrer.
Numa frigideira, derreter a manteiga e o açucar e caramelizar as rabanadas.Reservar.


Rabanada de brioche com morangos flambados na pimenta biquinho e sorvete de pistache

Morangos flambados

150g de açúcar
10 morangos picados
6 pimentas biquinho
1 cálice de cachaça para flambar

Numa panela,coloque o açúcar os morangos picadosb e as pimenas e deixe começar a derreter.
Acrescente o cálice de cachaça para flambar.Reservar.

Para a montagem:
Colocar uma rabanada sobre o prato e cobrí-la com os morangos flambados.Colocar ao lado uma bola de sorvete de pistache e enfeitar com a pimenta biquinho e uma folha de manjericão.



Rabanada de brioche com redução de laranja e sovete de baunilha

Redução de laranja
300 ml de suco de laranja
100 g de açucar

Numa panela, misture o suco de laranja com o açúcar. Leve ao fogo,
Deixe reduzir em 50 % e reserve.

Para a montagem:
Colocar uma rabanada sobre o prato e cobrí-la com a redução.Colocar ao lado uma bola de sorvete de baunilha.Enfeitar com uma folhinha de manjericão


Rananada de brioche com redução de goiabada e sorvete de queijo (Romeu e Julieta)


Redução de goiabada

150 g de goibada cascão mole
100 ml de água

Numa panela, misture a água com a goiabada . Leve ao fogo,
Deixe reduzir em 50 % e reserve.

Para a montagem:
Colocar uma rabanada sobre o prato e cobrí-la com a redução.Colocar ao lado uma bola de sorvete de queijo.Enfeitar a gosto.



Rabanada de brioche com calda de chocolate e sorvete de canela (Capuccino)

Calda pronta de chocolate
3 paus de canela

Para a montagem:
Colocar uma rabanada sobre o prato e cobrí-la com a calda.Colocar ao lado uma bola de sorvete de canela.Enfeitar com canela em casca.


Um segredo... Já devia ter deixado as receitas aqui há mais tempo...Mas hoje com a alegria do comentário da Joyce Galvão do Gastronômicas no blog, corri para fazê-lo!rs
Se vocês não aproveitarem as mesmas ainda este ano,quem sabe no próximo Natal...

Marcadores: ,








Onde poderei comprar DeuS?

!

Um dos meus propósitos para 2010 é estudar bastante sobre algo que amo... Cerveja!
Confesso que sou butequeira, cervejeira,mas no segundo quesito sem muito conhecimento...Mas como sempre é tempo de aprender...em 2010 quero me aprofundar!

Hoje vi um tweet que me chamou a atenção...
"Gastronomicas@mixiricacombr onde vc comprou Deus? Não encontro..."

Fiquei invocada...Quem estaria vendendo Deus?! Bastou uma breve procura pra entender! Uma cerveja!!!!! Uau!!!!!

Transcrevo abaixo uma matéria sobre a mesma. Enquanto isso....Vou tentar comprar Deus e experimentar! hehehehe

A matéria original encontra-se aqui.



Em 2005, a Brasserie Bosteels, de Buggenhout (Bélgica), preocupada com a queda do consumo anual de cerveja per capita dos belgas — de 121 para 98 litros em 10 anos — resolveu desenvolver uma nova breja elaborada com cevada e leveduras especiais, concebida para ser uma autêntica simbiose entre uma cerveja especial e um vinho espumante.

A Deus Brut des Flandres é uma cerveja especialíssima em função da sua técnica de elaboração, conhecida por champegnoise. Confira, passo a passo, como a breja é elaborada:

* A largada é na Brasserie Boosteels, onde a Deus é fermentada por duas vezes;
* O líquido é transportado para a região de Champagne, na França (daí o método ser conhecido por champegnoise), onde recebe mais açúcares e fermentos, e é posto para maturar por no mínimo 12 meses em barris de carvalho;
* A breja é posta em garrafas — por sinal, as mesmas que são usadas no célebre champagne Dom Pérignon, da casa Moët&Chandon – que são submetidas à técnica da remuage, na qual um profissional as gira diariamente, no mesmo sentido, cada vez inclinando um pouco, até ficarem com os gargalos totalmente voltados pra baixo;
* Após essa fase, congela-se somente os gargalos, nos quais se depositaram os fermentos e demais borras, os quais são expulsos pela própria pressão do líquido;
* Adiciona-se à garrafa um pouco da cerveja previamente pronta apenas para preencher o espaço vazio resultante da expulsão dos fermentos congelados. Deus está pronta.

BREJAS degustou a Deus, pela primeira vez, na Bierbrasserie Cambrinus, em Brugge, na Bélgica (veja matéria completa AQUI). Servida gelada em taças flûte de champagne, o perlage (creme) é consistente e perolado. No aroma, festa! Fermento, carvalho, cítrico, vinho branco, erva-doce, manjericão… Quanto mais se inspira, mais se descobrem novos matizes aromáticos. No paladar, quatro palavras descrevem a divindade: Complexidade, leveza, balanceamento e sofisticação. O álcool (11,5%!) praticamente desaparece ante aos sabores frutados (pêra e damascos) e florais. No Ranking BREJAS, Deus recebe a respeitabilíssima nota 4,22.

Aqui no Brasil, Deus castiga: Em algumas casas de importados chega a R$ 300,00 por unidade de 750ml. Em Bruxelas, topamos com Deus em supermercado por € 10,00! Juro por Deus!


















Marcadores:








quinta-feira, 10 de dezembro de 2009
Parece que foi ontem




O ano passou voando. O segundo semestre então nem se fala! Quando se faz o que se gosta o tempo é implacável!Parece que foi ontem que fiz meu vestibular para gastronomia...

Eu já cozinhava informalmente havia muitos anos, mas a decisão de me profissionalizar naquilo que antes era só hobby demorou a acontecer. .
No final do ano passado, resolvi que era hora de tirar do freezer meu desejo de me aventurar em aprender realmene algo mais sobre aquilo que sempre me deu prazer;a cozinha e as aventuras nela.

A decisão não poderia ter sido mais feliz. Em primeiro lugar, porque eu estava muito a fim, claro, mas também porque o fato de sair de casa e voltar a conviver num ambiente universitário me deu vida nova!


O dia em que peguei meu enxoval do aluno, me senti como uma criança da pré escola com sua lista de material escolar. Dolmã, toque, facas, chaira entre outros estavam na lista de material básico que eu iria usar naquele semestre.A sacola do dia que saí às compras voltou pesada, mas o semestre passou leve, voando.

O primeiro semestre do curso,foi um semestre bem básico.Disciplinas como Nutrição e Segurança Alimentar fizeram parte do meu dia-a-dia.Também algumas noções de Logística de Suprimentos e outras de Layoput do Ambiente Gastronômico.Sem falar nas aulas de Português...rs Não! Não virei blogueira depois delas!

Mas o bom mesmo era esperar pela sexta-feira! Aula prática de cozinha!Uau!!!! E lá ia eu...me sentindo uma Roberta Sudbrack ou uma versão feminina do Claude Toisgros! Que eles não leiam isso!

Nas aulas de CPBA (Conhecimento e Preparo Básicos dos Alimentos) segurei uma faca de chef pela primeira vez. Claro que ganhei umas bolhas nos dedos ao buscar a excelência no corte de legumes! O meu grande objetivo de vida passou a ser conseguir segurar os legumes “com dedos de siri” para que, com a faca mega-ultra-super-afiada pilhas de legumes fossem transformados em montes de cubinhos minúsculos e uniformes.

Nas aulas de CPBA me senti emergindo das profundezas da ignorância total e passei a saber sobre a existência de fundos, sobre a diferença entre fundos e caldos e outras questões filosóficas primordiais.Molhos, sopas e legumes ganharam vida e alma quando aprendi que não só posso mas devo acrescentar os legumes em momentos diferentes durante a elaboração dos pratos e assim ter todos cozidos corretamente, com a “identidade” de cada um deles preservada. Sabe aquelas gororobas de bebê que não dá para saber do que são compostas? Passado, caro leitor... passado!

Com pouquinhas aulas passei a achar a própria chef revelação! Meu vocabulário mudou.Expressões como “dar uma refogada” foram substituídas saltear,branquear...

Com o decorrer das aulas as coisas ficaram sanguinárias... Meu professor se transformou num açougueiro-ninja zunindo uma faca pelos ares e transformando, em muito pouco tempo, pedaços indefinidos (para a gente, não para ele, é claro) em medalhões, tournedos, escalopes, paillard, emincé, rosbife etc.E eu tinha que repetir o grande feito. Hora de ficar mais humilde e retirar o auto-título de chef revelação e reconhecer que ainda resta muito chão pela frente!


Tive também que me preparar para fazer amizade com tentáculos! Tentáculos, polvos e ouras coisinhas esquesitas!

Aprendi técnicas e termos, ganhei intimidade com ingredientes e utensílios, coloquei idéias em ordem. Assim, nasceu em mim uma confiança que eu não tinha e, com ela, percebo que a minha postura na cozinha mudou: em casa, fazer o mis-en-place se tornou um ritual; escolher a panela certa para cada tipo de comida também é obrigatório; são muitas as minhas novas manias.

Se antes já tinha prazer em cozinhar, hoje não tenho dúvidas que essa é minha praia. Alguns utensílios tornaram-se indispensáveis para mim, como um bom fouet (batedor de arame), uma balança digital de precisão, a faca impecavelmente afiada, assadeiras de diversos formatos e tamanhos e mais um montão de outras quinquilharias das quais fiquei escrava, e que tornam o ato de cozinhar mais divertido e prático.

Quando o assunto são os ingredientes, a minha lista não é nada modesta. Só para citar alguns exemplos, aprendi a dar valor a pimenta-do-reino moída na hora, aposentei de uma vez por todas os cubos concentrados de caldo, muito salgados e artificiais. Caldos, ou melhor, fundos (o nome técnico) feitos em casa estão sempre no meu freezer; o trabalho de prepará-los (que não é grande) compensa e muito o ganho de sabor na comida. Parmesão de boa qualidade, e ralado na hora, também não pode faltar na minha geladeira. A mini-horta que plantei na janela do meu aparamento virou meu xodó e desde então a comida ganhou mais frescor com o aroma exalado pelas ervas. Tudo de bom!


E assim o semestre chegou ao fim. Mas a minha fome de aprender não. Até aqui, desvendei apenas uma pequenina fração de um universo tão instigante, especial e quase infinito que é o da gastronomia. Gostei da amostra; não quero parar, não; meu apetite é grande!

Marcadores:








quinta-feira, 3 de dezembro de 2009
Na TV

Dia sete de dezembro, segunda feira estarei ao vivo na TV, na Rede Super, preparando uma deliciosa sobremesa natalina.






Ficou com àgua na boca e não pode assistir pela TV? Aqui vai o link!
Segunda as 10 e 30 da manhã no Sempre Feliz, da Rede Super.

Aguardo vcs!

Marcadores: