<META content="MSHTML 6.00.2900.2604" name=GENERATOR><!-- --><style type="text/css">@import url(https://www.blogger.com/static/v1/v-css/navbar/3334278262-classic.css); div.b-mobile {display:none;} </style> </HEAD><BODY><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d8940721423393911285\x26blogName\x3dCoisas+de+uma+Chef\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://coisasdeumachef.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://coisasdeumachef.blogspot.com/\x26vt\x3d8704643840310654996', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
terça-feira, 29 de novembro de 2011
Paulinha Labaki dá dica de presente e ensina superstição






Se existe alguém que aprendi a admirar além do talento, pelo carisma contagiante, esta pessoa chama-se Paula Labaki.
Chef proprietária do Lena Labaki Catering onde trabalha com todo tipo de evento, dentro da gastronomia Paula Labaki atua nas mais diversas áreas.Alem do trabalho como chef executiva no Lena Labaki, atua como Personal Chef, presta consultoria, ministra cursos, palestras e tudo que envolve a área.

Paulinha costuma dizer que cozinha por amor,por prazer. Adora ver as pessoas em volta da mesa. Diz que pelo seu Catering passam aromas,sabores e vidas.


Ao ser questionada sobre algo que gostaria de ganhar ou que sugeriria como presente para os amantes da cozinha, Paula declarou: "Na minha cozinha não dá pra faltar uma boa faca. Eu sou viciada em facas e sempre que viajo trago uma nova...até rosa tem na minha mala.Acho que um bom corte pode mudar até a textura de uma carne."


Agora o momento superstição segundo a Paulinha..."se ganhar uma faca de presente, dê R$ 1,00 à pessoa que te presenteou; Assim você mantem firme sua amizade."


Ao ser questionada sobre uma marca que indicaria, Paula Labaki respondeu:"Adoro as Victorinox"



Maleta do chef Victorinox

E não é que a maleta acima é uma excelente sugestão de presente?! Eu adoraria ganhar!

E no próximo post será a vez do Chef André Boccato dar suas dicas!



Marcadores:








domingo, 27 de novembro de 2011
Christian Burjakian gostaria de ganhar no Natal um...




Outra simpatia, que eu amo de paixão e que recebeu com carinho meu pedido de sugestão de presente para o Natal foi o chef   Christian Burjakian, chef e proprietário do Limmon.

E ele com rapidez e ótimo humor sugeriu algo que ele deseja e ainda não tem! Ou seja, se você quiser presentear o chef, seu problema está resolvido!

A sugestão do Christian é um Pacojet. "Quero muito um desses....rs" me escreveu o Christian! E eu devo confessar...também quero!



Usado para emulsionar rapidamente sorvetes e sorbets (ele tritura o gelo em grãos imperceptíveis), e também para processar alimentos congelados, transformando-os em purês, o Pacojet é um processador versátil, económico, compacto e completo: cria uma infinidade de recheios, gelados, sorvetes, doces, salgados, cremes, molhos, purés e tudo que sua criatividade mandar!

Excelente dica a do Christian!

E no próximo post teremos dicas imperdíveis da fofíssima Paula Labak.
Restaurante Limonn






Christian Burjakian
Rua Manuel Guedes 545, Itaim, São Paulo SP










Marcadores:








sexta-feira, 25 de novembro de 2011
As dicas de presente de Beth Beltrão





Uma das primeiras a atender meu pedido de dicas para presentes de Natal foi a queridíssima Beth Beltrão. Ela curtiu a idéia e deu duas sugestões muito interessantes.A primeira delas foi um baleiro. A idéia é usá-lo para colocar os temperos na cozinha, ou até mesmo num outro local da casa com balnhas e castanhas! Muito charmosa a idéia!



A segunda sugestão da Beth foi "uma bela faca (de verdade) ou um jogo de facas". Questionada sobre qual faca daria de presente, ou gostaria de ganhar, ela afirmou que temos no mercado hoje, facas maravilhosas. Mas atualmente usa em sua cozinha as facas Burza, feitas em Tiradentes onde mora.



Realmente, as facas Burza são surpreendentes! Os modelos são os mais diversos e todos com a mesma qualidade.São de aço e têm extrema resistência à abrasão, porém, são frágis a impactos. São feitas de forma  totalmente artesanal e são praticamente um tesouro culinário.  As facas Burza são tão chiques que não precisam  ser amoladas com frequência. Passados 8 anos, é só mandar a faca para a fábrica que eles amolam sem custo algum. Eles fazem reparos e pequenas restaurações na faca também, se necessário, claro. A faca vem até com número de série, certificado e assinada por um engenheiro mecânico responsável. Realmente um presente de valor inestimável!Se você deseja presentear alguém com o coração na cozinha, uma excelente sugestão!

 E esbanjando a simpatia e cordialidade que lhes são características, Beth Beltrão ainda contou  que no mês passado foi ao Bairro Liberade em São Paulo e adorou as novidades de cozinha. Vale também dar uma passadinha por lá!

Aproveitem as dicas da Beth e aguardem que o próximo a nos dar suas sugestões será o chef Christian Burjakian do Restaurante Limmon.


Beth Beltrão
Restaurante Viradas do Largo
Rua do Moinho, 11

Tiradentes - Minas Gerais













Marcadores:








quarta-feira, 23 de novembro de 2011
A linha Ceraflame é ótima sugestão para o Natal

Com o Natal se aproximando, é hora de começar a pensar na escolha dos presentes. Durante os próximos dias, o Coisas de uma Chef trará para vocês sugestões de presentes para aqueles familiares e amigos que têm a cozinha como o melhor espaço da casa.

Durante o último mês alguns chefs amigos foram consultados e nos próximos dias as dicas de presentes virão desses chefs. Mas a dica de hoje é minha...uma aprendiz de cozinheira apaixonada por panelas!
Uma excelente sugestão de presente é qualquer um dos ítens da Ceraflame, uma cerâmica única no mundo. Diferente das cerâmicas convencionais, possui alta resistência a choques térmicos, o que permite que seja levada direto ao fogo.

 



A versatilidade, a funcionalidade e a qualidade marcam a linha Ceraflame. O fator saudável dos produtos, que garantem total ausência de contaminação dos alimentos por resíduos metálicos, é comprovado por laboratórios nacionais e internacionais.


Prática de usar, a linha Ceraflame possui alta resistência a choques térmicos. Pode ser levada diretamente ao fogão a gás e elétrico, ao forno de micro-ondas e tradicional, à geladeira e lava-louças. Como a cerâmica refratária mantém a temperatura por mais tempo, a panela pode ser retirada antes do fogo, o que proporciona economia de gás e eletricidade e o prato permanece quente ao ser servido na mesa.


Ceraflame é altamente funcional. Por não ser porosa, sua superfície totalmente lisa facilita a limpeza, evitando a proliferação de bactérias, além de apresentar um design sofisticado e cores modernas.

Eu gostaria muito de ganhar algumas no Natal e estou pensando em dar uma assadeira Ceraflame azul, linda, linda para uma grande amiga.

No próximo post teremos sugestões da queridíssima chef Beth Beltrão.Não percam!




Marcadores:








sábado, 19 de novembro de 2011
Frutas vermelhas, frutas do verão!

A época de safra das frutas vermelhas começa por agora e vai até fevereiro. São frutas de verão. Morango, melancia, cereja, framboesa, amora e outras muitas variedades fazem parte deste grupo.




Qualquer fruta fornece propriedades importantes à saúde, pois são ricas em vitaminas, minerais e fibras. Mas as frutas vermelhas além de fornecerem poucas calorias, possuem compostos bioativos, que são substâncias que contribuem para a saúde, prevenindo doenças. Esses compostos que dão a cor vermelha na fruta. Podendo atuar na redução do colesterol, fortalecimento do sistema imunológico e na prevenção de doenças cardiovasculares.Frutas vermelhas cuidam dos cabelos, emagrecem, rejuvenescem e previnem doenças. Além disso são antioxidantes (antienvelhecimento), e ricas em vitamina B, que ajuda no funcionamento das células.


Elas proporcionam energia, brilho aos cabelos, renovam à pele, fortalecem as unhas. Também são ricas em ferro, fósforo, cálcio, outros minerais e nutrientes que combatem: a anemia, doenças do coração, reduzem o açúcar no sangue, o colesterol ruim, auxiliam no processo de cicatrização, melhoram o intestino, e estão sendo estudadas no combate ao câncer de próstata.

É bom consumir as frutas vermelhas pelo menos de três a quatro vezes por semana e diversificar a variedade para ter acesso a todos esses nutrientes e benefícios.

Algumas dessas frutinhas geralmente são consumidas como geléia, doces, caldas ou até para decorar sobremesas. Mas dê preferência por consumir as frutas vermelhas in natura, pois devido a processos como cozimento, secagem e outros, as propriedades nutricionais alteram.


Veja algumas frutas vermelhas e suas propriedades:

Morango
- Morango: O morango é fonte de vitamina C, catequinas e compostos fenólicos.Pesquisas associam o consumo de morango com a redução dos níveis do colesterol ruim (LDL). A versão orgânica é a mais indicada, já que é um dos alimentos mais contaminados com pesticidas.

- Maçã: Fonte de fibra solúvel, a pectina, que colabora com um bom trabalho intestinal. A fruta contém também ácido málico, que contribui para absorção de vitamina C no organismo e estimulante das funções cerebrais.

- Caqui: Assim como a maçã também tem alto teor de fibras, além de ser fonte de fósforo, cálcio e betacaroteno, que tem função antioxidante, combatendo os radicais livres.


Cereja

- Cereja: A fruta oferece proteção contra doenças cardiovasculares devido a quantidade de flavonóides presente nela. Também fonte de vitaminas A e C, e de fibras solúveis.


- Melancia: Tem grande quantidade de água, o que faz com que seja um excelente diurético. Combate a ação dos radicais livres graças a duas substâncias, a glutationa e o licopeno. Contém em sua composição fósforo, ferro e cálcio e vitaminas do complexo B.

Mirtilo

- Mirtilo: Taninos, antocianinas, são as substâncias dessa frutinha, que têm sido ligados à prevenção do declínio mental relacionado com a idade e efeitos anti-câncer.


Este post surgiu depois de receber no Facebook uma receita deliciosa postada com uma foto tentadora pelo Chef, Jornalista e amigo Andre Boccato.Não podia deixar de colocá-los aqui.



Mil Folhas de Frutas Vermelhas

Para a telha (uma espécie de biscoito em forma de telha) de laranja você deve misturar em uma tigela: 100g de manteiga amolecida, 200g de açúcar granulado, 200g de amêndoas picadas, raspa de 1 laranja, 100ml de suco de laranja, 90g de farinha de trigo e 30ml de licor Grand Marnier. Espalhe a massa dos finos biscoitos sobre uma folha de papel manteiga, formando círculos e passa para uma assadeira. Asse a 180°C até que elas fiquem douradas. Reserve.

Para o creme de baunilha, leve ao fogo 1/2 litro de leite, 6 gemas, 125g de açúcar granulado, 40g de pó para pudim sabor de baunilha e 10 folhas de menta inteiras (ou hortelã), mexendo sempre até engrossar e ferver.

Assim que esfriar, retire as folhas de menta e acrescente 250g de creme de leite batido (como um chantilly) e 10 folhas de menta fresca (ou hortelã) picadas finamente.

Montagem da sobremesa: comece a montar o mil-folhas com uma telha, coloque as frutas vermelhas ao redor e o creme de baunilha no meio. Repita o procedimento.

Sirva em seguida.



















Marcadores: , ,








quinta-feira, 17 de novembro de 2011
Diferença entre carne seca, carne de sol e charque

Existe uma certa confusão entre estes termos. Para tentar clarear um pouquinho, coloco aqui o resultado de uma pesquisa que fiz na net.

Carne de sol
A carne-de-sol, denominada também de carne-de-sertão, carne-do-ceará, carne serenada, carne-de-viagem, carne-mole, carne-do-vento, cacina ou carne acacinada, é um método de conservar alimentos de origem animal, salgando e secando ao sol peças de carne, em geral bovina e por extensão, o nome do alimento preparado deste modo.

É, normalmente, confundido com carne seca. Apesar de possuirem processos parecidos há uma grande diferença no sabor. A carne-de-sol é ligeiraramente salgada e depois colocada para secar em local coberto e ventilado. O processo de secagem é rápido e o interior da carne fica úmido e macio. Já a carne seca leva mais sal e é empilhada em locais secos para sua desidratação. Após a secagem da carne ela é estendida em varal ao sol para completar sua desidratação. A carne seca é bem mais salgada se comparada com a carne-de-sol.


Carne seca

A principal diferença é que a carne-seca, como o nome dá a entender, é mais seca que a carne-de-sol, e também mais salgada. A carne-seca tem um teor de umidade de aproximadamente 45% e até 15% de sal; a umidade da carne-de-sol atinge 70%, com 5% ou 6% de sal.

A carne-de-sol, diferentemente do que o nome dá a entender, não é exposta aos raios solares. Os cortes do traseiro do boi são salgados e deixados para secar por 2 ou 3 horas em um lugar coberto, de preferência com vento. A baixa umidade do ar é indispensável para a obtenção de um bom produto – eis uma das razões por que o sertão nordestino é o ambiente ideal para secar a carne, a  outra é o know-how dos sertanejos. O que importa é ter o macete da quantidade de sal e do tempo de secagem, pois a maior parte da carne vem do sul do país.

O processo de secagem da carne-seca inclui uma etapa em que as mantas de carne são estendidas ao sol. Graças à extrema desidratação, ela pode durar até 4 meses em temperatura ambiente, contra os 4 dias da carne-de-sol. Na cozinha, a carne-seca precisa ficar de molho para dessalgar e reidratar. O preparo da carne-de-sol é mais simples. É só lavar e pôr na brasa.

Outro processo de desidratação bem conhecido é o charque, típico da região sul do Brasil. O processo é bem parecido com o da carne seca. O diferencial é que leva mais sal.

Charque


História do charque

José Pinto Martins - considerado o fundador de Pelotas - era português nascido na freguesia de Meixomil, concelho de Paços de Ferreira, distrito do Porto, na região Entre Douro e Minho. Tinha vivido no Ceará, onde exercia a profissão de fabricante de carne-seca, até 1777, quando motivado por uma grande seca mudou-se para a vila do Rio Grande. A estas plagas aportara em busca de melhor fortuna. E chegou a propósito. As rezes que vinham sendo abatidas para o consumo próprio eram as que tinham carne e gordura utilizadas na alimentação humana; outras eram sacrificadas simplesmente para o aproveitamento único dos couros, que eram estaqueados nos campos e secos ao sol para serem explorados. Do gado, tudo o mais se perdia. A produção de carne-seca do Ceará, até então o único fornecedor, não bastava para naquela época suprir as necessidades de um sempre crescente consumo, segundo as exigências da introdução de escravos, em ondas avultadas, nas fazendas das capitanias do norte e do centro do país.

Caracteristicas

A carne é salgada e exposta em galpões ventilados . Além de não ser exposta ao sol, difere da carne de sol ou jabá pela grande quantidade de sal que necessita , em virtude do clima úmido das regiões produtoras. Ainda difere do frescal, produzido na região da cidade catarinense de Lages e São Joaquim, mais elaborado, pois a carne salgada só é exposta à noite.

 também tem como variante a carne-seca produzida no nordeste brasileiro, a diferença está no modo de preparo e quantidade de sal necessária conforme a umidade da região. A expressão carne-de-charque é também usada em váarias regiões do nordeste do Brasil enquanto carne-seca é mais usada no sudeste do Brasil. Na região andina da América do Sul, há o preparo de carne desidratada, com características de liofilizada, característica que adquire nas condições atmosféricas do altiplano; pode ser de lhama, ou outro gado, chamada charqui.
O charque era utilizado para alimento dos escravos (o outro alimento utilizado era o bacalhau) em todo o Brasil e nos países que adotavam o sistema escravista, sobretudo o Caribe, principalmente Cuba. O charque era quase exclusivamente produzido pelo Brasil, com concorrência do Uruguai e da Argentina.
Uso atual

O charque de hoje é a carne bovina, principalmente de vitela ou carne jovem, que é salgada e cortada em pedaços chamados de mantas. Sua principal utilização é na elaboração do prato típicos regionais como arroz carreteiro, roupa velha (ou charque desfiado) e charque farroupilha.

 

Marcadores: ,








sábado, 12 de novembro de 2011
Aprendiz de Cozinheiro



Tem coisa mais legal do que pegar um livro que você acabou de comprar e ter a certeza que viverá momentos de prazer ao folheá-lo e não sossegar enquanto não acabar a sua leitura? . É exatamente esta sensação que estou sentindo ao adquirir o meu "Aprendiz de Cozinheiro" de Bob Spitz.

Conheci o livro ao ler uma resenha da Alessandra Blanco que transcrevo abaixo na íntegra, retirada daqui.

"Bob Spitz ficou famoso por escrever a biografia dos Beatles. Tarefa que lhe tomou oito anos de dedicação. Quando terminou, tinha 50 anos, havia acabado de sair de um casamento de 14 e se envolver com uma namorada chata que mais parecia querer fugir dele. Como “tratamento” para a crise da meia idade resolveu cozinhar. Toda sexta-feira reunia em seu apartamento em Nova York um grupo de amigos para mostrar seus dotes culinários. O resultado? Sempre um horror. Ele até tinha boa vontade, dedicação, passava o dia todo na cozinha, comprava os melhores ingredientes. Mas a idéia de que simplesmente seguir receitas bastaria não funcionou muito.

Depois de mais um jantar fracassado e sem gosto _pior, muito criticado pela namorada_, resolveu partir para uma temporada de aprendizado por algumas das melhores cozinhas da França e da Itália (ai que inveja!). O resultado é o livro “Aprendiz de Cozinheiro”, que narra experiências que vão de cortar a pontinha de umas 60 mil vagens até aprender a fazer a omelete perfeita com Yannick Alléno, chef do três estrelas Le Maurice, de Paris. Comida clássica e mais sofisticada na França. Comida clássica e bem rústica na Itália. Passagens por restaurantes lendários como o Moulin des Mougins, em Mougins, e o Arpege, de Paris. E outras em escolas de cozinhas totalmente “engana turistas”.

O livro de Spitz conta histórias divertidas de viagens com a comida como protagonista. É uma delícia de literatura gastronômica, só que na visão de um homem, o que é bem engraçado. Em geral, os livros mais famosos e celebrados da literatura gastronômica foram escritos por mulheres. Spitz tenta seguir a mesma linha na forma como descreve a comida, os sabores, as sensações, os lugares, os finais de tarde com pratos e vinhos perfeitos, os jantares de sonhos. Faz a gente ficar com fome, quase sentir os cheiros e os gostos, por váaarias vezes. Mas em todas elas também é mimado, reclamão, briguento. Demanda em cada lugar uma atenção especial que lhe acha por direito. Quer ter privilégios frente aos demais alunos dos cursos. Se acha dono de um paladar e um conhecimento especiais. E, quando é tratado como igual, literalmente fica emburrado. Para as mulheres, portanto, além de ser um livro de gastronomia e viagens bacana, é também um aprendizado da mente masculina…."


Aprendiz de Cozinheiro, de Bob Spitz, editora Zahar. R$ 39,oo.






Marcadores:








segunda-feira, 7 de novembro de 2011
Se refresque com os smoothies


Você sabe o que é Smoothie? Smoothies (macio em inglês) são deliciosas misturas de sucos de frutas, verduras, iogurtes, sorvetes e muitos outros ingredientes, que podem variar desde macadâmias até folhinhas de hortelã, dependendo do gosto e da criatividade de cada um. O ideal é que todos os ingredientes sejam utilizados geladinhos ou até mesmo congelados, já que a delícia deve ter uma consistência mais cremosa, como a de um milkshake.

A mania de smoothies começou na década de 60, na California - Estados Unidos. A bebida nasceu da necessidade de se consumir produtos energéticos e de baixa caloria e gordura.

Outros tipos de smoothies de frutas também podem ser encontrados em várias partes do mundo, como na área do Mediterrâneo e no Oriente Médio, este sob o nome de sharbat, utilizando iogurte, mel e fruta fresca.

Os smoothies são uma boa alternativa para quem está de dieta e quer se refrescar nesse calorzinho de primavera. Eles são bem menos calóricos do que os sorvetes e os milkshakes, que são feitos à base de leite e, por isso, são mais gordurosos.

É muito fácil preparar essa bebida. Quer uma dica? Bata no liquidificador morangos congelados, melão amarelo picado, folhas de hortelã, pedrinhas de gelo e água. Pronto! Agora é só saborear!

Quer combinar a bebida com alguma comidinha? Boas sugestões são pratos leves, como saladas e sanduíches light. Também pode ser consumido sozinho no intervalo entre as refeições. Você escolhe!


Uma outra sugestão:

O que você vai precisar:

1 banana média

1 copo de frutas congeladas de sua escolha

2 colheres (sopa) cheias de iogurte natural

um punhadinho de aveia

um punhadinho de nozes diversas

1 copo de leite desnatado

opcional: mel pra dar uma adoçadinha


Descasque a banana, pique-a e coloque no liquidificador com as frutas congeladas e o iogurte. Processe e adicione a aveia e as nozes. Acrescente o leite, e bata novamente, até que fique uniforme. Se achar que ficou muito espesso, é só bater mais um pouquinho. Mexa e depois prove. Se achar que precisa adoçar, adicione um pouquinho de mel.





















































Modo de preparo:


Marcadores: , ,








sexta-feira, 4 de novembro de 2011
O Novo Ranking das Pimentas Mais Fortes do Mundo


Após inúmeros testes e, finalmente, a confirmação oficial de seus resultados, o ranking mundial de pimentas possui novas campeãs! A até então imbatível Bhut Jolokia manteve seu reinado intacto por anos, sendo que agora o mesmo foi delegado para novas variedades.

Veja como ficou a nova classificação:


Naga Viper Chilli - 1.349.000 SHU



Infinity Chilli - 1.176.182 SHU


Chilli Pepper Pete Naga - 1.086.844 SHU


Bhut Jolokia - 1.001.304 SHU

Alguns produtores ingleses da variedade Trinidad Scorpion alegam que sua pimenta pode chegar à 1.463.000 SHU, aproximadamente. Mas esse valor ainda não foi testado e homologado por uma instituição especializada para registrar tal afirmação.
 

Marcadores: