<META content="MSHTML 6.00.2900.2604" name=GENERATOR><!-- --><style type="text/css">@import url(https://www.blogger.com/static/v1/v-css/navbar/3334278262-classic.css); div.b-mobile {display:none;} </style> </HEAD><BODY><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d8940721423393911285\x26blogName\x3dCoisas+de+uma+Chef\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://coisasdeumachef.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://coisasdeumachef.blogspot.com/\x26vt\x3d8704643840310654996', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
segunda-feira, 13 de maio de 2013
Vai uma sericaia ai?!






Quem já provou uma maravilhosa sericaia  acompanhada de um aromático café preto servido numa caneca de barro ou mesmo de esmalte, com certeza jamais esqueceu.

Mas o que é uma sericaia, ou será sericá? (existem os dois nomes). Uns dizem que a receita veio da Índia, outros que ela veio do Brasil. O que é certo e que desde as origens era executada em dois conventos alentejanos que se arrogavam de direitos de importação da receita. Um, o convento das Chagas de Vila Viçosa, outro, o convento das Clarissas de Elvas. Um convento entendeu chamar-lhe sericaia e o outro sericá. De uma forma ou outra, é só no Alentejo que este doce era feito.

Mas agora você pode também prepará-la na sua casa.

Receita para 12 a 14 pessoas

Ingredientes

1 l de leite
1 pau de canela
12 ovos
500 g de açúcar
150 g de farinha
canela em pó, qb
sal, qb
casca de 1 limão



Preparo:

Ligue o forno e regule-o para os 225°C (bem quente).

Leve o leite para ferver juntamente com a casca de limão, o pau de canela e uma pitada de sal. Retire do fogo e deixe esfriar.

Enquanto isso, bata muito bem as gemas com o açúcar até obter um creme fofo. Em seguida, dissolva pouco e pouco a farinha no leite fervido, junte o creme de gemas e açúcar e mexendo sempre, leve a engrossar sobre fogo brando.

Retire do fogo, tire a casca de limão e o pau de canela e deixe esfriar.

Bata as claras em castelo bem firme e incorpore, cuidadosamente, no preparado anterior, que deverá estar frio ou ligeiramente morno.

Pré-aqueça um prato de barro no forno...

Deite em colheradas desencontradas, o creme num prato fundo e bem largo de barro, uma é posta no sentido do centro para as bordas do prato e a outra atravessada, depois polvilhe abundantemente com canela e leve para assar no forno.

Observações: Ao assar o doce, este deverá abrir gretas (como nas imagens).
Poderá certificar-se também se está pronto, furando-o com um fio de esparguete, que ao sair seco indicará a certeza de estar pronto.

Marcadores: , ,







0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial